Trabalho desenvolvido pela CEAPA é utilizado em pesquisa do CEJA

Alternativas Penais

Com atuação de destaque, no cenário nacional e agora internacional, na execução das penas e medidas alternativas destinadas a infratores de baixo potencial ofensivo, a Central de Apoio às Penas e Medidas Alternativas da Bahia (CEAPA) será utilizada como objeto de estudo pelo Centro de Estudos de Justicia de las Americas (CEJA) - Santiago - Chile. 

O Centro de Estudos analisará os dados disponibilizados pela CEAPA e fará um comparativo com as estruturas existentes no Canadá. Ao fim da pesquisa, a instituição produzirá um artigo para ser publicado nas Américas. 

De acordo com a coordenadora da CEAPA, Andréa Mércia, o CEJA coletou documentos e materiais explicativos que compilam a história da Central, a metodologia utilizada, os instrumentos de trabalho, dados quantitativos e qualitativos, e pretende aprofundar este estudo que dará visibilidade ao trabalho desenvolvido. 

"Fiquei muito feliz e orgulhosa com o convite. As vezes não temos a dimensão do quanto a CEAPA tem tido expressão nacional e internacional. Nas inúmeras palestras que tenho feito nas universidades, nos Grupos de Trabalho, Seminários, Capacitações e nos mais diversos Fóruns de discussão sobre as Alternativas Penais, sei o quanto surpreendemos as pessoas com nosso trabalho e o número de pesquisadores e estudiosos expressivo que atingimos, contaminamos positivamente e colaboramos com a mudança na cultura do encarceramento em massa", ressaltou Andréa.