Ano letivo começou para os internos do Conjunto Penal de Itabuna

Educação

O ano letivo 2018 começou para os internos do Conjunto Penal de Itabuna na quinta-feira (1º), com uma Aula Inaugural, promovida pelo Colégio Estadual de Itabuna e pela Escola Lourival Oliveira Soares (Município).  A abertura foi com uma mensagem de boas-vindas do diretor da unidade, Capitão PM Adriano Valério Jácome, e do gerente-operacional da empresa cogestora Socializa Brasil, Yuri Damasceno. A programação envolveu, além dos informes pedagógicos, uma palestra sobre os desafios da educação no século XXI. Ministrada pelo professor Astor Vieira Junior, mestre e doutorando em Ciências da Educação, a aula-magna teve como tema “Aprendizagens e Território: Desafios da Educação para o século XXI no ambiente prisional”. “A educação é a ferramenta que pode fazer de vocês pessoas melhores do que eram quando aqui chegaram. Estamos falando de uma educação pensada para os desafios do século 21, ou com uma perspectiva de Jaques Delors, ou seja, com os pilares por ele propostos: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser. Esses pilares tem tudo a ver com a realidade de vocês, e também de quem está lá fora”, observou o professor Astor Vieira. A diretora do Colégio Estadual, Adriana Lima, destacou que no ano letivo de 2018 será priorizada muito mais a qualidade do que a quantidade. “Queremos que todos que se matricularam continuem e concluam o ano, mas o sistema da Secretaria da Educação vai excluir aqueles que não tiverem uma freqüência satisfatória”, explicou. A cerimônia teve ainda momentos de descontração, com música, um pouco de alongamento e um lanche. Ainda no evento, foi apresentada a equipe multidisciplinar de ressocialização, composta por uma terapeuta ocupacional, uma psicóloga e uma assistente social, além da coordenadora da Educação, Maria do Carmo.