Saúde e cidadania no sistema prisional

                

 

 

Testes de glicemia capilar, preventivo ginecológico e pressão arterial, além de palestras sobre cuidados com a saúde, marcaram hoje (30) o término das atividades dedicadas ao mês da mulher no sistema prisional baiano. As ações foram realizadas no Conjunto Penal Feminino de Salvador, e nos conjuntos penais de Feira de Santana, Jequié, Teixeira de Freitas, Serrinha, Valença, Itabuna, Simões Filho e Juazeiro, onde existe população carcerária feminina. No total, o sistema abriga hoje 505 internas.

"Acho muito importante que estão tendo este cuidado com a gente", elogiou a interna C.A.F., 29 anos, antes de fazer o preventivo ginecológico no Conjunto Penal Feminino de Salvador. Para ela, ações desta natureza trazem um sentimento de inclusão social. "A gente já vive afastada de tudo, da sociedade", desabafou.

Como parte da passagem do Dia Nacional de Combate e Prevenção à Tuberculose (24 de março), técnicos da Secretaria Estadual de Saúde também falaram sobre cuidados de saúde contra a doença e formas de diagnóstico e tratamento para os pacientes.

As ações de saúde fazem parte da rotina do sistema carcerário baiano, para homens e mulheres, e são desenvolvidas pela Diretoria Biopsicossocial, ligada à Superintendência de Ressocialização Sustentável da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap). De acordo com a superintendente Alessandra Prado, trata-se de uma medida fundamental no âmbito dos direitos humanos e também para controle e prevenção de doenças na comunidade carcerária.

A  coordenadora de Atenção a Saúde da Seap, Conceição Sodré, ressaltou que as ações desenvolvidas no sistema de saúde nacional seguem as diretrizes do plano nacional de saúde penitenciária.

Ainda no Conjunto Penal Feminino de Salvador, foi finalizado hoje (30) um mutirão promovido pela Defensoria Pública do Estado pela passagem do mês de março, dedicado à mulher. Iniciado na última segunda-feira (26), o esforço conjunto envolveu 18 defensores públicos de 10 varas criminais da capital e do interior, além das varas de Execuções Penais e de Tóxicos. A atividade contou também com apresentação do coral da Defensoria e uma dinâmica com os servidores da unidade.

Interior- Em Feira de Santana, o dia de saúde e cidadania contou com a participação de representantes da Secretaria Municipal da Saúde, parceira importante no desenvolvimento destas ações. Além dos exames comuns, foi oferecido ainda teste rápido de HIV e ainda palestra sobre o combate à violência contra a mulher.

"O que fortalece a parceria é a implantação de novos serviços que garantem a realização de todas as ações, desenvolvidas para a população em geral, serem também aplicadas aos encarcerados, como programas de imunização, combate à hanseníase e tuberculose, assistência à mulher e disponibilização de insumos e medicamentos", declarou a diretora de Gestão da Rede Própria, Gilberte Lucas. Feira de Santana é um dos municípios cadastrados na política nacional de saúde penitenciária.

 

Informações Adicionais